Para melhorar sua experiência, selecione qual o seu perfil abaixo:

Acidentes com animais peçonhentos

Acidentes com animais peçonhentos são mais comuns durante o verão, em épocas secas e chuvosas. É muito importante se informar e saber como agir em casos de acidentes. 06 ago 2019

Acidentes com animais peçonhentos são mais comuns durante o verão, em épocas secas e chuvosas. É muito importante se informar e saber como agir em casos de acidentes.

Primeiros socorros

Recomenda-se lavar o local da picada com água e sabão. Além disso, é importante também não fazer torniquete, não furar, queimar ou espremer a ferida.

Após os primeiros socorros, o paciente deve dirigir-se imediatamente ao hospital ou unidade de saúde mais próxima.

Não existem exames específicos para confirmar o diagnóstico. Por isso, primeiro é tratado o alívio da dor e dos sintomas, mantendo o paciente em observação de acordo com o quadro clínico.

Nem todo caso de picada por animais peçonhentos tem indicação para administração do soro antiveneno, para isso será efetuada avaliação clínica do paciente, sinais, sintomas e classificação da picada (leve, moderada ou grave).

Distribuição do soro antiveneno

A distribuição do soro antiveneno é baseada em vários critérios, e para receber esses soros, existem os Centros de Controle de Intoxicações (CCI) de referência. No caso de Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Nova Odessa, o Centro de referência é o Hospital Municipal Waldemar Tebaldi em Americana/SP, que, em caso de necessidade, liberam os soros para os pronto-atendimentos.

A soroterapia deve ser efetuada sob supervisão médica, em ambiente hospitalar, preparado para uma eventual ocorrência de reações anafiláticas.